Posts

Melhorias começam com a demolição de obra parada que seria a ampliação do terminal

Após um ano do leilão, a Fraport fez o “impossível se tornar possível”, como resumiu a CEO da empresa alemã, Andreea Pal, ao dar início na manhã desta quinta-feira, oficialmente, às obras de melhoria no Porto Alegre Airport (Aeroporto Internacional Salgado Filho). Serão investidos R$ 1,5 bilhão nesta primeira etapa, que envolve a ampliação da pista em 920 metros e do terminal 1, além das melhorias no taxiamento e no sistema de drenagem. O lançamento da pedra fundamental, que ocorreu em tom de brincadeira e disputa futebolística, se deu no local onde haverá uma subestação, ao lado do prolongamento da pista. Em tom quase coletivo entre as autoridades, foi enaltecido o valor simbólico do evento, que marca o início de uma nova fase do aeroporto.

Entre os benefícios econômicos mais imediatos estão a contratação de profissionais. Para o pacote de melhorias o consórcio HTB, Tedesco e Barbosa Mello estima a contratação de mil trabalhadores de maneira direta e outros 200 indiretos. A proposta é buscar mão de obra e fornecedores locais. Porém, os investimentos abrem outras expectativas, especialmente de negócios. Com uma estrutura mais moderna e maior, será possível ampliar o rol de rotas, especialmente com opções internacionais, assim como o volume de transporte de carga.

Neste ponto, o governador José Ivo Sartori enalteceu que as melhorias no aeroporto representam um dos cinco investimentos mais significativos da última década do Estado. “Tem um efeito multiplicador, logístico, geração de renda, turismo e de negócios”, afirmou.

Nesta mesma linha, o prefeito Nelson Marchezan Júnior ressaltou a importância das parcerias com a iniciativa, que traz agilidade aos projetos. Destacou que a prefeitura tem acompanhado o processo de remoção das famílias das áreas no entorno, que é um dos empecilhos para as obras de ampliação da pista.

Consórcio começa demolir obra parada

O consórcio responsável pelas obras HTB, Tedesco e Barbosa Mello começou a preparação do terreno para a ampliação da pista. Mas a movimentação mais significativa já teve início, que é a demolição de parte da estrutura que seria da ampliação do terminal. A edificação, que ainda estava em concreto, começou com a Infraero, mas nunca foi concluída.

Segundo o presidente da HTB, Detlef Dralle, o custo para adaptar a estrutura existente ao padrão necessário e exigido pela Fraport seria muito elevado, assim, tornou-se mais vantajoso essa demolição. O projeto da ampliação do terminal tem duração de 18 meses, com previsão de finalização até outubro de 2019. Assim, em seu discurso, Dralle assegurou que a maior preocupação é conseguir concluir as obras dentro dos prazos e com alto nível de qualidade.

Fonte: Correio do Povo

Após o processo de licitação internacional, no qual o Governo Federal concedeu quatro aeroportos brasileiros à iniciativa privada, a Fraport AG conquistou a concessão do Porto Alegre pelos próximos 25 anos. A partir de então, a Fraport Brasil – Porto Alegre tem como objetivo a criação de aeroportos modernos, eficientes e focados no cliente.

O primeiro passo foi dado esta semana, onde anunciou para 22 de março o início das obras de expansão do Aeroporto Salgado Filho.

Em janeiro houve a assinatura do contrato com o consórcio HTB, TEDESCO e Barbosa Mello para a execução das obras. A previsão é que as intervenções comecem no início de março. Segundo a empresa alemã, serão realizadas a expansão do Terminal 1, a extensão da pista, a adequação das vias de taxiamento e melhorias no sistema de drenagem do aeroporto.

A fase inicial de melhorias, chamada de 1B, serão investidos aproximadamente R$ 1,5 bilhão, o valor corresponde a contratação do consórcio, a compra de equipamentos, o desenvolvimento e a gestão do projeto. “Nossa meta é criar um portal aeroportuário moderno, eficiente e focado no cliente. Nossa experiente equipe local está trabalhando para oferecer o nível mais alto de qualidade em serviços, operação e segurança”, afirma Andrea Pal, CEO da Fraport Brasil – Porto Alegre, em comunicado emitido pela empresa. As obras deverão melhorar a estrutura para passageiros e parceiros, além de permitir a ampliação da malha, com a possibilidade de receber novas rotas.

A empresa informou que as licenças ambientais já foram emitidas pelos órgãos reguladores. A estimativa é de que até 700 trabalhadores sejam contratados para execução destes serviços. A expectativa é de concluir a expansão do terminal até outubro 2019 e a extensão da pista até 2021, o que vai permitir o recebimento de aviões de maior porte.

A Efficienza possui sua filial em Porto Alegre, com pessoas altamente capacitadas e atentas as novidades de procedimentos na liberação de cargas no aeroporto. Conte conosco!

Por Maicon Nicail Dall’Agnol Boeira

Já diriam alguns antigos pensadores, mais difícil que atingir o topo é manter-se nele. Com esta premissa em mente, nossa equipe trabalha focada para oferecer aos nossos clientes e parceiros o que há de melhor no mercado em termos de rapidez e qualidade. E os resultados surgem para brindar mais uma vez essa filosofia abraçada por todos nós.

No mês de julho deste ano, quatro clientes Efficienza figuraram no Ranking de Eficiência Logística da Infraero no aeroporto Salgado Filho, consolidando ainda mais nossa força e participação em um dos maiores aeroportos do País.

As empresas, colocações e setores podem ser verificadas no quadro abaixo:

JULHO/2016

POSIÇÃO CLIENTE SETOR
INTRAL S/A INDÚSTRIA DE MATERIAIS ELÉTRICOS METAL-MECÂNICO
INOVA SISTEMAS ELETRÔNICOS LTDA TECNOLOGIA
MARCOPOLO S/A AUTOMOTIVO
AGRALE SOCIEDADE ANÔNIMA METAL-MECÂNICO

Acesse o Ranking completo deste e de outros meses.

A manutenção da qualidade e dos resultados positivos são nossos maiores compromissos com você, cliente.

Conte sempre conosco para alçar voos cada vez maiores.