Posts

Equipe Efficienza Presente no VI Fórum Internacional de Infraestrutura e Logística

Ocorreu ontem (07/06), na capital do estado, a sexta edição do Fórum Internacional de Infraestrutura e Logística, realizado anualmente pela Câmara Brasil-Alemanha no Rio Grande do Sul. Neste evento foram discutidos aspectos históricos da logística e infraestrutura no Brasil, bem como seu impacto hoje nas operações de comércio exterior. Foram discutidas obras públicas e privadas, bem como qual o investimento feito nos últimos anos e o investimento previsto para os próximos 25 anos na infraestrutura do nosso estado. Houveram ainda, debates sobre o impacto da greve dos caminhoneiros e os caminhos que os importadores e exportadores podem tomar para mitigar este impacto.

Participaram dos painéis, empresários e lideranças do governo, com destaques para o Sr. Humberto Canuso, Secretário de Transportes do RS, representando o Governador do estado, Sra. Andreaa Pal, CEO Fraport Brasil, Sr. Adalberto Tokarski, Diretor da ANTAQ e o Sr. Erich Staake, CEO Port of Duisburg. A Efficienza, mais uma vez marcando sua presença, foi representada pelo Sr. Elton Balthazar, Sr. Júlio Cézar Mezzomo e Sr. Bruno Zaballa que participaram de todos os painéis do evento.

Encerramento do contrato de permissão – Porto Seco de Caxias do Sul

A Receita Federal do Brasil, através de comunicado direcionado ao Porto Seco de Caxias do Sul, informou o término de concessão da permissionária para a prestação do serviço público de armazenagem e movimentação de carga sob controle aduaneiro.

O presente contrato encerra-se no dia 05 de junho de 2018, não sendo mais possível o uso do porto para receber mercadorias importadas ou a exportar, inclusive em regime trânsito aduaneiro de importação (DTA).

A administradora atual do Porto Seco já entrou com um pedido de liminar para manter o funcionamento do estabelecimento até que sejam finalizados os trâmites de licitação, caso esta liminar seja aprovada, o Porto Seco seguirá operando normalmente até que tenhamos o término da nova licitação. Porém se não houver aprovação até dia do encerramento do contrato, as cargas estocadas, obrigatoriamente deverão ser nacionalizadas, reexportadas ou transferidas a qualquer outro recinto alfandegado de zona secundária em, no máximo 30 dias, a contar da data de término da concessão.

Reforçamos que a continuidade das atividades dependerá do julgamento da liminar e que a Efficienza está atenta para deixar você cliente informado da situação e sempre disponível para auxiliá-lo em uma possível alteração de local de suas cargas entrepostadas, ou ainda, mudança de local de despacho no caso de cargas que ainda não chegaram ao Brasil ou estão em zonas primárias.

Conte conosco!

Grandes Empresas marcaram presença no Webinar SISCOSERV Efficienza

Hoje pela manhã foi transmitido o Treinamento Webinar SISCOSERV com o Analista de SISCOSERV Vinícius Vargas e o Gerente de Comércio Exterior Rafael Vanin Pinto. Foram cerca de 70 inscritos para troca de informações e esclarecimentos de dúvidas sobre o sistema que ainda gera inúmeros questionamentos. A grande aderência ao evento reforça a convicção que há muitas informações desencontradas e até equivocadas quanto a obrigatoriedade da prestação de informações.

Mesmo após o término da transmissão, os participantes tiveram suas dúvidas respondidas por e-mail pelo departamento, juntamente com o certificado de participação do Webinar.

O QUE É?

Criado no fim de 2011, o SISCOSERV é um sistema integrado de comércio exterior de serviços, intangíveis e outras operações que produzam variações no patrimônio. A plataforma abrange empresas que recebem ou realizam pagamentos de serviços e demais despesas de logística a operadoras domiciliados no exterior, ou que operam no Brasil por meio de agentes de carga ou marítimos que recebem quantias no país em nome delas. O sistema é gerido pela secretaria de comércio e serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e pela Receita Federal.

Se ainda há dúvidas, não hesite em contatar a Efficienza. Somos a única empresa do Brasil que dá total garantia das informações lançadas através de contrato de prestação de serviços, além de termos um Know-How de mais 5 anos no sistema.

Por Arlindo Maciel Martins Junior.

O que são e como funcionam os Portos Secos

As Portos Secos são conhecidas como EADI ou Estação Aduaneira do Interior e são recintos alfandegados de uso público de zona secundária nos quais são executadas operações de movimentação, armazenagem e despacho aduaneiro de mercadorias e de bagagem, e é estabelecido o controle aduaneiro através da Receita Federal.

Os Portos Secos foram criados como opção logística para possibilitarem um melhor fluxo logístico, “desafogando” a movimentação de mercadorias em Zonas Primárias (Portos e Aeroportos).

Recebem as cargas ainda consolidadas, podendo nacionalizá-las de imediato ou trabalhar como entreposto aduaneiro. Dessa forma, o porto seco armazena a mercadoria do importador pelo período estipulado pela receita, e após sua nacionalização, pode permanecer como zona de armazenagem apenas pelo tempo que o cliente necessitar.

Para que um Porto Seco, assim como outros portos, possa realizar suas diversas funções, ele precisa necessariamente ser um recinto alfandegado, reconhecido pela RFB. Alfandegar é o ato de tornar área delimitada sob absoluto controle aduaneiro. A Portaria MFn 2.438/10 dispõe sobre esta conceituação:

Art. 2º Entende-se por alfandegamento a autorização, por parte da administração aduaneira, para estacionamento ou trânsito de veículos procedentes do exterior ou a ele destinados, embarque, desembarque ou trânsito de viajantes procedentes do exterior ou a ele destinados, movimentação, armazenagem e submissão a despacho aduaneiro de mercadorias procedentes do exterior, ou a ele destinadas, inclusive sob regime aduaneiro especial.

O Regulamento Aduaneiro em seu artigo 8º considera que: ‘’ Somente nos portos, aeroportos e pontos de fronteira alfandegados poderá efetuar-se a entrada ou a saída de mercadorias procedentes do exterior ou a ele destinadas’’

O deslocamento de mercadorias da unidade de entrada (zona primária) para algum recinto, que tanto pode ser de zona secundária (Portos Secos) jurisdicionado por outra unidade da RFB, onde ocorrerá o despacho, é realizado mediante o regime especial de trânsito aduaneiro.

O porto seco é instalado, preferencialmente, às regiões produtoras e consumidoras, com volumes de Exportação e Importação consideráveis. A prestação dos serviços aduaneiros em portos secos próximo ao domicílio de seus clientes proporciona uma grande simplificação de procedimentos para o mesmo.

Os principais serviços dos Portos Secos para as exportações são:

• Admissão de contêineres vazios para utilização de cargas;
• Admissão de mercadorias, amparadas em nota fiscal, para serem exportadas;
• Pesagem de veículos, contêineres e volumes;
• Movimentação e armazenagem de mercadorias para unitização de cargas;
• Expedição das mercadorias para exportação, após o desembaraço aduaneiro.

Os principais serviços dos Portos Secos para as importações são:

• Admissão de mercadorias e bagagens desacompanhadas, sob regime de trânsito aduaneiro, procedente de portos, aeroportos ou fronteiras;
• Pesagem de veículos, contêineres e volumes;
• Movimentação e armazenagem de mercadoria desunitizada ou na mesma unidade de carga em que for transportada;
• Pesagem e contagem de mercadorias;
• Expedição de mercadorias importadas, após desembaraço aduaneiro;
• Atendimento completo à importação através dos regimes aduaneiros especiais.

A equipe Efficienza detém de um vasto controle e conhecimento a respeito deste assunto, é especialista no trabalho com Portos Secos.

Conte conosco para realizar suas Importações e Exportações através desses recintos, facilitando e agilizando o processo para sua empresa.

Por Leonardo Pedo.

Vamos reduzir custos da Importação??

Hoje em dia as operações de Importação e Exportação são extremamente importantes para a economia dos países e ajudam no crescimento e desenvolvimento deles.

A Importação é a compra de produtos no mercado externo e a entrada destas mercadorias no país é amparada por documentos e normas conforme a legislação vigente.

Com a aquisição de mercadorias, as empresas buscam aumentar a variedade de produtos e matérias-primas, bens e serviços que não são produzidos ou oferecidos no Brasil. Note que tais transações podem ser definitivas ou não, aumentando a competitividade da empresa.

Diante dessas opções, as empresas podem economizar muito dinheiro utilizando os benefícios como: Drawback Isenção ou Suspensão, Suspensão de IPI para produtos automotivos, Regimes Aduaneiros Especiais, Ex Tarifários, reembolso de Taxa de Utilização do Siscomex, entre tantos outros.

Se a sua empresa importa matéria-prima e exporta o produto acabado, poderá se beneficiar de Drawback Isenção ou Suspensão, evitando o recolhimento de impostos e taxas específicas.

Se será importada uma máquina ou equipamento que não tem fabricante nacional, poderá usar o Ex Tarifário e economizar 100% do valor do Imposto de Importação. Ressaltamos que temos total aprovação dos pleitos solicitados e que 85% dos nossos clientes já utilizam esse benefício.

Essas são opções reais de redução de custos, aumento de competitividade e excelentes negócios para sua empresa, por isso conte com todo o know-how da Efficienza e entre em contato com nossos especialistas para indicar qual a opção mais vantajosa para sua empresa.

Por Fernanda Valentini.

5 Anos de SISCOSERV: Atenção às Multas!

São diversos os fatores que podem fazer com que a Receita Federal fiscalize uma empresa, como o não cumprimento de obrigações fiscais e contábeis. Isso se aplica também ao SISCOSERV que, em abril de 2018, completa cinco anos e pode ter a cobrança das multas realizadas de forma retroativa.

Lembrando que qualquer venda ou aquisição de serviços para um domiciliado no exterior, intangíveis e outras operações que produzam variações no patrimônio, precisam ser registradas no SISCOSERV.

Temos frequentemente nos deparado com o desconhecimento das empresas quanto à obrigatoriedade do registro nos fretes internacionais vinculados aos processos importação e exportação de mercadorias. A legislação vigente prevê uma multa de R$ 1500,00 por registro, e os meses de atraso também entram nesse cálculo. Por exemplo, se sua empresa estiver com um registro pendente há um ano, esse valor será multiplicado por DOZE! Além de multa por atraso, Receita também pode autuar pela inexatidão de informações prestadas.

Não corra riscos! Deixe a classificação dos serviços, os registros e os controles dos prazos com a Efficienza. Tenha a garantia de que as multas não sejam uma surpresa no seu caminho.

Por Arlindo Maciel.

,

Equipe Efficienza presente na Intermodal 2018

A Intermodal 2018, que ocorre de 13 a 15 de março, reúne em 32 mil m²  fornecedores focados em soluções de logística, transporte de cargas e comércio exterior. São  400 marcas nacionais e internacionais de mais de 22 países de todos os modais com a presença dos principais players do mercado. Saiba mais sobre a feira, realizada na São Paulo Expo pelo site: http://www.intermodal.com.br/pt/
No registro realizado na abertura da feira: Tiago Todeschini (Coordenador Logística Internacional), Fábio Pizzamiglio (Diretor) e Rafael Vanin Pinto (Gerente de Comércio Exterior).

Estimativa de Exportações na Pet Fair Asia Chega a US$ 3,3 Milhões

As feiras e as rodadas de negócios internacionais são uma ótima maneira de abrir mercado no exterior. Em compromisso com o crescimento das exportações brasileiras, a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), em parceria com a Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), assistiu empresas brasileiras na Pet Fair Asia, evento que ocorreu de 24 a 27 de agosto de 2017, em Xangai. Os produtos do setor Pet englobam alimentos e ingredientes, medicamentos, produtos para higiene e limpeza e assessórios para animais de estimação.

Ao todo, cinco companhias efetuaram 269 contratos com empresários de países como China, Irã, Japão, Coreia do Sul, Índia, Irã, Malásia, Tailândia e Singapura. Entre os destaques da participação citados pelos expositores nacionais participantes foi citada a alta procura pelos produtos brasileiros, competitivos e com alta qualidade para entrar no mercado asiático.

Ações como essa são fundamentais para o desenvolvimento de qualquer setor no mercado exterior. No caso específico da Pet Fair Asia, estimam-se resultados positivos ao longo dos próximos 12 meses, que podem chegar à US$ 3,3 milhões em exportações.

Independentemente do seu ramo de atuação, a Efficienza está pronta para prestar suporte em todas as etapas dos processos de importação e exportação. Conte conosco!

Por Maurício Perini.

Treinamento interno: Excelência no atendimento ao cliente

No último sábado dia 05/08, a Efficienza voltou com o programa de treinamentos internos, cujo objetivo é aperfeiçoar processos já realizados, assim como trazer novos conhecimentos para seus funcinários.

Neste treinamento foi abordado um tema aparentemente básico e ao mesmo tempo bastante complexo,  a “Excelência no atendimento ao cliente”.

O treinamento foi realizado pelo Gustavo Rech, gestor de projetos do SEBRAE na area da alimentos e bebidas e professor da FGV e FSG.

O treinamento foi de extrema valia, onde vimos que o bom atendimento não se estende apenas ao cliente externo, mas também ao interno, que por muitas vezes, por sermos colegas, acabamos não agindo de maneira adequada. Em conversa informal com alguns colegas, notou-se grande satisfação quanto aos apontamentos e exemplos dados pelo palestrante.

Agradecemos a presença de todos colabores da Efficienza, que participaram e fizeram desse treinamento um momento de aprendizado e integração

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nova Oportunidade de Redução Tributária aos Importadores

Finalmente, uma excelente notícia para os importadores brasileiros: a partir das próximas publicações de Ex-Tarifários para Bens de Capital (BK) e Bens de Informática e Telecomunicações (BIT), a alíquota de Imposto de Importação será 0%!

Essa proposta foi aprovada pelo Conselho de Ministros da Camex no último dia 25 e aumentará a competitividade das empresas que importam este tipo de produto, sem produção nacional equivalente.

Atualmente, as alíquotas de II para Bens de Capital e Bens de Informática e Telecomunicações são, respectivamente, 14% e 16%, reduzidas a 2% devido ao benefício desse regime. A partir das futuras publicações, as empresas poderão obter novos Ex-tarifários com a alíquota zerada.

No ano passado foram aprovados 3.270 pedidos de concessões que reduziram consideravelmente os custos de aquisição no exterior desses bens para investimentos produtivos no nosso país.

Se a sua empresa importa mercadorias consideradas Bens de Capital (BK) e Bens de Informática e Telecomunicações (BIT) que não possuam fabricação de similar nacional, nós podemos lhe ajudar!

Contate-nos para maiores informações de como pleitear esse benefício para suas importações, através do telefone (54) 2101.1400 ou pelo e-mail importacao@efficienza.com.br, e tenha vantagens incríveis de redução tributária.

Por Fernanda Dal Corso Valentini